terça-feira, 12 de junho de 2018

GPLV realiza 10º Seminário em novembro

Corumbá sedia, no segundo semestre deste ano, o 10º Seminário do GPLV. Será nos dias 5, 6 e 7 de novembro (ajuste seu calendário: na primeira informação do evento o Seminário seria em outubro), no Câmpus 1 da UFMS e no Anfiteatro Salomão Baruki (ao lado do Câmpus 2).
Preside a Comissão Organizadora do evento a Profa. Eunice Prudenciano de Souza, sendo secretária a doutoranda Natália Tano Portela.
Nos seminários do Grupo de Pesquisa Literatura e Vida, que é itinerante é já ocorreu em Ituiutaba, MG, Três Lagoas, MS, Aquidauana, MS, e retorna agora a Corumbá, ocorrem palestras, mesas-redondas, comunicações, debate de pesquisas em andamento e debate de projetos a serem desenvolvidos.
Mais informações serão divulgadas em breve pela Comissão Organizadora.

terça-feira, 22 de maio de 2018

INTEGRANTE DO GPLV DEFENDE DISSERTAÇÃO SOBRE ALCIENE RIBEIRO



A integrante do GPLV, Grupo de Pesquisa Literatura e Vida, Maria do Socorro Rodrigues do Carmo defende neste 25 de maio, sexta-feira, às 14h30, no  Câmpus 1 da UFMS de Três Lagoas, dissertação de Mestrado sobre a novela Filho de Pinguço, de Alciene Ribeiro. O trabalho, desenvolvido sob orientação do Prof. Dr. Rauer Ribeiro Rodrigues e Prof. Dr.ª Eunice Prudenciano de Souza, foi realizado a partir do acervo pessoal da escritora Alciene Ribeiro. Trata-se da segunda dissertação defendida em 2018, no âmbito do GPLV, com estudo da obra de Alciene Ribeiro.

A banca será composta pelos Profs. Drs. Rauer Ribeiro Rodrigues (Orientador, Presidente), Amaya Obata Mouriño de Almeida Prado (CTTL/UFMS), Aurora Cardoso de Quadros (UNIMONTES) e Alfredo Ricardo Silva Lopes (CPAN/UFMS, Suplente).

Eis o resumo da dissertação:


RESUMO: Esta pesquisa de mestrado articula-se em três produtos: primeiro, a classificação e catalogação de parte do acervo literário da autora mineira Alciene Ribeiro (1939-); em segundo, a descrição e organização do acervo pertinente à obra analisada; em terceiro, nosso foco principal, a análise da novela Filho de pinguço. A pesquisa tem por substrato elementos biográficos coletados a partir do acervo e, em especial, dezoito documentos que mencionam a novela nas diversas fases de sua produção, da gênese à circulação da obra. Trata-se de uma narrativa lançada em 1983, ano em que recebeu o Prêmio Coleção do Pinto, e que teve novas edições em 1986, 1989, 1991, 1992 e 1995. A autora teve intensa produção ficcional nos anos 1970-1980, produção que decaiu na ‘década’ de 1990-2000 e que agora vem tendo uma anunciada nova leva de textos para vir à luz. Ao recebermos a parte do acervo que compõe esta dissertação, registramos o material recebido e, em seguida, o organizamos e catalogamos conforme orientações contidas no Manual de Organização do Acervo Literário de ÉricoVeríssimo, Bordini (2014). O acervo é composto por 891 documentos, dos mais diversos tipos, tais como correspondência ativa e passiva, dedicatórias, entrevistas, fotografias, memorabilia, livros, prêmios, contratos. Para a análise da novela, foram utilizados aspectos das teorias da narrativa, alicerçada em três elementos: personagem, espaço e tempo.
Palavras-Chave: Alcoolismo. Criança. Literatura Brasileira. Memória documental. Mulheres.


CARMO, Maria do Socorro Pereira Soares Rodrigues do. A esperança é um doce: Filho de pinguço no acervo de Alciene Ribeiro. Três Lagoas, 2018. 240 fls. Dissertação (Mestrado, Estudos Literários) – UFMS/CPTL.

sábado, 19 de maio de 2018

CONVOCAÇÃO



Ficam convocados os integrantes do Grupo de Pesquisa Literatura e Vida, GPLV, e convidados os demais interessados, para reunião do GPLV, no dia 25 de maio, sexta-feira, no Câmpus 1 da UFMS de Três Lagoas, das 16:30h às 18:30h, para discutirem e deliberarem sobre a seguinte pauta:
1.     Informes;
2.   Replanejamento do 10º Seminário do GPLV.
3.   Expediente.

Três Lagoas, 19 de maio de 2018.
Rauer Ribeiro Rodrigues/Líder do GPLV
Eunice Prudenciano de Souza/Co-Líder do GPLV

sábado, 10 de março de 2018

Conto inédito de Alciene é publicado no SLMG

          O conto "Pensar axilas", de Alciene Ribeiro, inédito até então,  foi publicado na edição de dezembro do SLMG - Suplemento Literário de Minas Gerais.

          Em outubro de 2017, quando esteve no 9º Seminário do GPLV, em Três Lagoas, Alciene trouxe o original do conto, com registros que indicam o longo período de maturação da escrita (Natália Tano Portela, em sua dissertação, que estará disponível em breve, registra mais detalhes da ocasião e do conto). 

        "Pensar axilas" faz registro tragicômico de fobia sexual mesclada à erotização dos corpos desejados e desejantes, sendo os corpos apreendidos e despedaçados em subpartes que sufocam o erótico no instante mesmo em que ele se manifesta. O enredo dialoga com a sociedade de massas, com a indústria cultural, com questões de gênero e com as pequenas misérias da alma humana no exercício de seu medíocre existir. Alciene, no conto, refina ainda mais o seu peculiar e personalíssimo artesanato textual, com elipses, cortes, ritmo sincopado, inversões cronológicas e metáforas, entre outros tropos e recursos narrativos.

       Baixe o conto clicando aqui; e tenha acesso a acervo com outros contos de Alciene, assim como a algumas de suas novelas e alguns de seus livros, aqui.

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

10º Seminário do GPL será em outubro

          O 10º Seminário do Grupo de Pesquisa Literatura e Vida, GPLV, acontecerá nos dia 8, 9 e 10 de outubro de 2018, em Corumbá, no Câmpus do Pantanal da UFMS. Haverá, como sempre, debate de pesquisas em andamento, debate de projetos de pesquisa, sessões de comunicações, mesas-redondas, palestras.

           Normalmente, o GPLV realiza dois seminários a cada no, um no primeiro semestre e outro no segundo semestre. No entanto, agora, no marco da décima edição, o Grupo deliberou realizar somente um evento, com as pompas decorrentes do número redondo.

          Os seminários anteriores foram realizados em Três Lagoas, onde, no PPG-Letras Mestrado e Doutorado / Estudos Literários da UFMS, o GPLV tem sua base, em Ituiutaba, Minas Gerais, em eventos com foco na obra do escritor Luiz Vilela, em Aquidauana e em Corumbá.

          Também no espírito dos eventos anteriores, o mote e denominação do evento ressaltam linha de força que permeia as pesquisas do Grupo, mas não impedem que trabalhos de outra matriz ou tema sejam apresentados e debatido.

           Em mais alguns dias, aqui mesmo, publicaremos novas  informações e detalhes deste 10º Seminário do Grupo de Pesquisa Literatura e Vida.

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

CONVOCATÓRIA - Reunião do GPLV

CONVOCATÓRIA
Reunião do GPLV

Estão convocados os membros do Grupo de Pesquisa Literatura e Vida, e convidados os demais interessados, para reunião do GPLV no dia 23/2, das 8h30 às 11h, com a seguinte Ordem do Dia:
1. Informes; 2. Publicações de livros em 2018; 3. Outras Publicações em 2018; 4. Eventos para o biênio 2028-2019; 5. Expediente. 
Três Lagoas, 12 de Fevereiro de 2018. 

Prof. Dr. Rauer Ribeiro Rodrigues
Líder do GPLV
CPAN/UFMS
Profa. Dra. Eunice Prudenciano de Souza
Co-Líder do GPLV
CPTL/UFMS

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Natália Tano Portela defende dissertação na UFMS


A pesquisadora Natália Tano Portela, integrante do GPLV, da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, defende, dia 22 de fevereiro de 2018, às 14:30h,  no Câmpus 1 da UFMS/CPTL, a dissertação Três Facies da mulher em contos de Alciene Ribeiro, sob orientação dos professores Rauer Ribeiro Rodrigues e Eunice Prudenciano de Souza.

A banca de mestrado será composta pelo professor Rauer Ribeiro Rodrigues (UFMS) e pelas professoras Aurora Cardoso de Quadros (UNIMONTES) e Ana Lúcia Espíndola (UFMS).

Eis o resumo da dissertação:

RESUMO: Esta pesquisa tem como objetivo geral a identificação de diferentes qualidades de personagens femininas na obra de Alciene Ribeiro a partir da forma como são apresentadas nas narrativas. O recorte do corpus é composto por nove contos dentre os 61 publicados em livros: "Menina-Nuvem"; "Piquitita"; "O inventor de flores"; "Lar doce lar"; "Transa"; "Ave Maria das Graças Santos"; "A ponta do novelo"; "Mulher em recesso" e "Vinte anos de Amélia". Selecionamos três contos com protagonistas que integrassem cada um dos perfis traçados a partir da faixa etária e nível de liberdade da personagem. Partimos do pressuposto de que as personagens femininas nos contos de Alciene Ribeiro passam por um percurso de socialização em que as meninas, nascidas livres, são submetidas a regimes de normalização e assimilação de comportamentos, tal como postulado por Simone de Beauvoir em O segundo sexo e por Elena Gianini Belotti em Educar para a submissão. Em seguida, na fase adulta, as personagens passam por um período de performance dos comportamentos internalizados sob o jugo da dominação masculina descrita por Pierre Bourdieu, para, anos depois, terem uma espécie de tomada de consciência que as fazem buscar sua liberdade. Em razão das especificidades do gênero conto, não é possível perceber uma mesma personagem passando por todos esses estágios; no entanto, encontramos um padrão que demonstramos ao longo da dissertação. Para tanto, fizemos uma leitura do corpus a partir do princípio do iceberg, de Ernest Hemingway, e das “Teses sobre o Conto”, de Ricardo Piglia, além do palimpsesto na literatura de autoria feminina, conforme descrito por Sandra Gilbert e Susan Gubar.


Palavras-chave: Conto; Literatura Brasileira; Literatura de Autoria Feminina; Mulher; Violência.