E-livros

Clique no título do conto ou do Livro 
e acesse o texto completo.


LEITE, Alciene Ribeiro. A porta de serviço é serventia da morte. CAGIANO, Ronaldo (Org.). Antologia do conto brasiliense. Brasília: Projecto; Suspensa, 2004. p. 41-45. Conto.

LEITE, Alciene Ribeiro. Alforria para as hortênciasFicções, nº 2, ano 1, 1987. p. 3-6. Conto.

LEITE, Alciene Ribeiro. Um porvir alemãoAntologia de contos. Ituiutaba, MG: ALAMI; Prefeitura Municipal; EGIL, 2005. p. 9-17. Conto.

LEITE, Alciene Ribeiro. Ave Maria das Graças Santos. ARINOS, Afonso et al. Histórias mineiras. São Paulo: Ática, 1984. p. 18-21. (Minas de Livros). Conto.

LEITE, Alciene Ribeiro. Condão do Gira Mundo. Belo Horizonte: RHJ, 1991. Contos.

LEITE, Alciene Ribeiro. De como engolir sapos. TORRES, Wagner. Flor de vidro: antologia de autores mineiros. Belo Horizonte: Arte Quintal, 1991. p. 33-38. Conto.

LEITE, Alciene Ribeiro. Eu Choro do Palhaço. Belo Horizonte: Comunicação, 1978. Contos. 
LEITE, Alciene Ribeiro. O gran finaleCidade e Caminho. Ituiutaba, MG: Secretaria Municipal de Educação e Cultura, 1982. p. 10-17. (Antologia com três contos de cada um dos seguintes autores: Alciene Ribeiro Leite, Jair Humberto Rosa, Luiz Vilela, Roberto Maciel e Rauer Ribeiro Rodrigues). Conto.

LEITE, Alciene Ribeiro. O João Nosso de Toda Hora. Belo Horizonte: Comunicação, 1982. Contos.

LEITE, Alciene Ribeiro. O Mágico de Olho Verde. São Paulo: Nacional, 1984. (Disponível também aqui). Novela.

MARIA, Alciene. Exercícios de Aprendiz. Belo Horizonte: Edição do autor, 1990. Poemas.


Alciene Maria Ribeiro Leite de Oliveira, cujo nome literário é Alciene Ribeiro, e assim republicaremos toda a sua obra, publicou livros como Alciene Ribeiro Leite e Alciene Maria. Mantemos, na relação, o nome original por ela utilizado nas edições publicadas.